Como surgiu a cerimônia de casamento?

Quem quer saber como surgiu a cerimônia de casamento?

O casamento que nós conhecemos hoje já passou por inúmeras mudanças, mas manteve certos costumes e tradições. Você sabe de onde surgiu a cerimônia cristã?

como surgiu a cerimonia de casamento

A origem do casamento está ligada aos primeiros anos do cristianismo como religião oficial europeia, nos primeiros séculos depois de Cristo. Antes da religião cristã, os casamentos eram poligâmicos e relativamente parecidos com os rituais de outras religiões, consideradas pagãs.

O casamento, surgiu como um acordo entre duas famílias, sobretudo um acordo político, selando a união entre as famílias. A união por amor demoraria séculos para surgir e, em algumas culturas, ainda é inaceitável.

Mas, e os costumes e as tradições do casamento, como a troca de alianças e o buquê, como surgiram?

As alianças – segundo registros históricos, a primeira aliança na época dos faraós, simbolizava o amor eterno – o círculo não tem fim, assim como o matrimônio. Na Grécia, os anéis passaram a ser feitos de ferro imantado, que trazia energias positivas. O ouro e as pedras preciosas tornaram-se matérias-primas das alianças de casamento somente na época medieval.

como surgiu as alianças de casamento

Por que as alianças de casamento são usadas na mão, esquerda? Os gregos acreditavam que a mão esquerda possui uma veia ligada diretamente ao coração. A aliança de noivado surgiu no ano 860 d.C., como afirmação das boas intenções dos noivos. Os anéis passam da mão direita (noivado) para a esquerda (casamento), aproximando-se do coração.

O buquê – a cerimônia de casamento de hoje segue algumas tradições originalmente gregas, e uma delas é o uso do buquê de flores pelas noivas. Inicialmente, as mulheres gregas casavam-se com um arranjo de ervas e alho, que traria prosperidade e afastaria o “mau-olhado” e as energias ruins da vida do casal. Posteriormente, as ervas e o alho foram substituídos pelas flores.

como surgiu o buquê e as damas de honra

Damas de honra – as primeiras damas de honra eram bem diferentes das atuais. Como, nos tempos antigos, o noivo não conhecia sua noiva até o dia do casamento, todo esforço para tornar a moça atraente aos olhos do futuro marido era válido. Era comum na China convidar as moças mais feias da comunidade para entrar na cerimônia antes da moça, para ressaltar a beleza da noiva.

Arroz de festa – na China, o arroz simboliza prosperidade. A tradição chinesa de jogar os grãos nos noivos, para demonstrar os desejos de felicidade aos recém-casados, foi incorporada nas cerimônias de casamento nas igrejas.

O vestido – na Europa e na China, as noivas vestiam vermelho no dia do casamento, simbolizando o amor (China) e a chegada de um “sangue novo” na família (Europa). A primeira noiva a usar branco foi a Rainha Vitória da Inglaterra, em 1840, que rompeu com as tradições, casando-se por amor. Desde então, usar branco em casamentos passou a significar pureza.

como surgiu a lua de mel

Lua de mel – há duas versões bem conhecidas sobre o surgimento da lua de mel. Uma diz que, nos tempos antigos, os noivos deixavam o casamento e escondiam-se em algum lugar no qual ninguém os encontraria. Eles deveriam ficar sozinhos no local durante o período de uma fase da lua, bebendo um vinho feito à base de mel. A segunda é bem diferente: na noite de núpcias, os parentes do casal desenhavam uma lua com mel na porta da casa, para desejar sorte aos pombinhos.

E você, conhece outras versões da história do surgimento das tradições do casamento? Conte para a gente!

Texto: Bárbara Roncada | Fotos: Plum Jam Photography, Daniel Taylor Photography, KT Merry, Vitalic Photo